Topo

A miscigenação de Washington Brasil

A miscigenação de Washington  Brasil

No show, artista vai tocar o melhor da Música Popular Brasileira

O cantor e compositor Washington Brasil faz apresentação, no palco da Campanha “Natal Premiado CDL”, montado na Praça de Fátima, na noite dessa quinta-feira (7), a partir das 20h. Durante sua apresentação, ele vai mostrar trabalhos autorais e de destacados artistas nacionais, visando enfatizar a Música Popular Brasileira (MPB). Entre os quais Fagner, Zé Geraldo, Jackson do Pandeiro, Zé Ramalho, Alceu Valença, Belchior, Almir Sater e Geraldo Azevedo.

 

Músicas compostas por talentosos artistas regionais, caso, por exemplo, de Erasmo Dibel, também serão interpretadas por Washington Brasil, vencedor de diversos festivais realizados pelo Brasil afora. Washington Brasil, no entanto, teve seu nome consolidado no cenário musical tocantino, por meio de “viração”, em 1995, que resultou na gravação do CD “Canta Imperatriz”. A música continua sendo solicitada durante seus shows. Sucesso até hoje. Está cravada na mente do público, enraizada.

                         

Washington Brasil é um inquieto, sempre buscando fazer com que a Música Regional Maranhense (MRM) esteja em evidência. Segundo ele, a expressão artística não deve ser admoestada, atuando sempre livre e em consonância com o sentimento da sua principal razão de existir: a massa. O povo é a razão de tudo. Degringolar, jamais!

 

Logo mais, às 20h, quando começar a cantar, Washington Brasil reafirmará sua marca, fazendo vir à baila suas raízes, de menino, lá do interior, para, por exemplo, passar a residir em Campinas (SP), com o propósito de enriquecer ainda mais o seu currículo artístico, mas, sobretudo, amadurecer-se profissionalmente e firmar parcerias com mentes criativas, além das fronteiras sul-maranhenses. “Gladiadores” do nosso cancioneiro.

 

O Brasil é forte do ponto de vista das manifestações culturais. Portanto, misturar tudo, colocar numa espécie de “caldeirão” e fazer vir a torna “pérolas” do nosso cancioneiro, tem de ser o caminho a seguir. Sempre. Washington Brasil vem desempenhando sua função dentro do traçado. Vai andando, na sua. Entende ter o sol nascido para todos. O universo musical é infinito. Portanto, seguir, arregimentando forças, aqui e acolá.  No final, os esforços não terão sido em vão. Cumpra com a sua missão: ser artista, na essência. E ponto final!

 

No palco. Até mais, às 20h, na “Quinta Show”, portanto, Washington Brasil, lá na Praça de Fátima, animando o Natal de todos nós!

Notícias mais lidas:



Olá, deixe seu comentário para A miscigenação de Washington Brasil

Enviando Comentário Fechar :/

Sistema CNDL

[CNDL] [FCDL] [CDL] [CDL Jovem] [SPC Brasil]